Blog Código Franco

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

NetFlix agora possui 100% de seu conteúdo em nuvem

Como já publicamos anteriormente, a tecnologia de armazenamento de dados em nuvem é uma das maiores tendencias tecnológicas da atualidade e recentemente mais uma das empresas de maior destaque no mercado entrou definitivamente na nuvem, a Netflix.


Após um procedimento de migração com cerca de 7 anos de duração, iniciado em 2008, no início deste ano de 2016 a provedora de vídeos por Streaming completou 100% da transição de seus dados para servidores de nuvem distribuídos mundo afora.

Com esta migração o objetivo da empresa é oferecer um serviço mais rápido e estável, além de tornar a expansão de sua biblioteca de conteúdo um procedimento muito mais simples e com um custo empresarial menor.

Ao transferir o armazenamento de seus arquivos para um prestador de serviços, a empresa deixa de precisar se preocupar com procedimentos básicos de tecnologia, como melhoria de seus equipamentos de seus data centers e realização de backups, e pode manter seu foco no bom atendimento ao cliente e na expansão e qualidade do seu conteúdo.

Atualmente a empresa é uma das maiores responsáveis pelo consumo de banda de transferência de dados pela internet em horários de pico, chegando a 40% do volume total de informações transferidas mundialmente. Com isso é possível imaginar a quantidade de informações armazenadas e a demanda de acesso a estas informações, o que tranquilamente justifica um investimento em descentralização dos seus servidores e utilização da tecnologia de Cloud Computing, que está distribuída entre servidores do Google e da Amazon.

Se você se interessou por Cloud Computing confira estes outros artigos:


Conte-nos nos comentários o que você acha da ideia de utilizar Cloud Computing ou como esta mudança mudou seu acesso aos filmes e séries na Netflix.


Se você gostou do nosso conteúdo você pode nos ajudar. Qualquer valor é bem vindo e ajuda a manter nossos editores e nossa hospedagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário